Vale a pena trabalhar para uma empresa/marca como representante/franqueado?

Por um lado, o fato de trabalhar a uma empresa já estruturada pode ser bastante interessante e empolgante. Pois você terá uma estrutura pronta ou bastante adiantada para chegar ao mercado com boas situações, favorecendo à venda dos serviços e produtos.
Por outro lado, é importante lembrar que a empresa “não é sua”, determinadas decisões caberá aos donos da empresa, sócios e investidores … no caso, esteja preparado para mudanças, até mesmo mudança de regras que não lhe agradem, diferente das regras que você gostou quando iniciou na jornada, acreditando que havia encontrado algo que gostaria para toda sua vida.
O fato de mudar situações/regras, nem sempre é prejudicial, afinal a empresa deseja ganhar/lucrar e crescer, até porque precisa crescer para manter toda a estrutura, que por consequência vai aumentando os gastos/investimentos para manter toda uma estrutura, que cresce a cada dia. No entanto, determinadas regras poderão não agradar, sendo bem diferente daquelas regras que foram apresentadas para você iniciar no negócio. Nesse caso, penso que há dois caminhos … o caminho que você escolheu e seguir mesmo com as novas regras que não fazem muito sentido a você (e que você percebeu inúmeras pessoas se afastando por causa disso, até mesmo na vida pessoal), ou toma a coragem de abandonar tudo, deixar pra lá e seguir um novo caminho, que ainda pode ser incerto. Novos caminhos geram incertezas, leva tempo para estudar, pesquisar e fazer acontecer, além de muitas vezes ser necessário investir dinheiro para acontecer, seja em estudos, seja em equipamentos, seja mudando algo na sua casa para um escritório diferente (lembre-se: já pensando que você tinha determinado escritório em casa).
O bom mesmo é quando você é o dono e cria as regras. Caso perceba que as regras serão injustas ou apenas por ganância, poderá perceber que não é algo sadio … importante, a estrutura cresce, os gastos/despesas aumentam, mas isso não é motivo para “ganância”, temos que saber interpretar, e se você não dominar sozinho essa questão é importante ter mentor ou mentores para auxiliar, até mesmo assistente ou assistentes que trabalhem no dia a dia com você para que possa interpretar melhor as situações, pois vive com você o dia a dia.
Outro fator bastante importante para lidar com negócio franqueado é entender que seu nível de “criação/criatividade” será bastante limitado, pois você não poderá mudar situações, layout´s, normas, etc … se você é uma pessoa bastante criativa, e que isso é muito importante a você, é melhor trabalhar em algo seu próprio, construindo do zero e a cada dia inserindo suas criações/ideias da forma que encontrar melhor. E claro, caso deseje realizar mudanças, pois percebeu que de outra maneira será melhor, fica mais tranquilo para a realização, e até mesmo a sua “mente”. Mente/cabeça/pensamento, essa questão já mais ampla e complexa, pode definir se você terá negócios promissores ou negócios falidos, pois o ideal é se conhecer o máximo possível para escolher seu modelo de negócio, o que de fato é importante e realizador em sua vida.

Sucesso e segue firme construindo a realização dos seus objetivos e sonhos!

Por Ricardo Brero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *